Berean Bible Society

“…o evangelho… é vindo a vós, como é em todo o mundo, e dá fruto, como também em vós, desde o dia em que ouvistes dele, e conhecestes a graça de Deus na verdade” (Col. 1:5,6).Como é maravilhoso ver o evangelho da Graça de Deus fazer o seu trabalho! Paulo nunca tinha visto os Colossenses. Ele só havia enviado missionários de Éfeso para eles com a boa nova da Graça de Deus, mas isso tinha produzido resultados surpreendentes.Onde quer que o evangelho da Graça de Deus seja pregado na sua pureza, produz resultados. Ninguém que ouça essa mensagem pode desaparecer da mesma forma. Ou ele vai considerá-la uma loucura total e ser endurecido por ela, ou ele vai ver a sua importância vital e ser suavizado por ela. Em última análise, ele será eternamente condenado, ou eternamente salvo e justificado por sua resposta a essa mensagem.

“A pregação da cruz é loucura para os que perecem, mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus” (I Cor. 1:18).”Cristo crucificado … para os que são chamados … o poder de Deus e a sabedoria de Deus” (I Cor. 1:23,24).

” the power of God unto salvation to everyone that believeth “(Rom. 1:16).É “o evangelho da Graça de Deus”, a “pregação da cruz”, que produz tais resultados. A lei de Moisés nunca fez, “porque o que a lei não podia fazer, na medida em que era fraca através da carne”, Deus enviou Seu Filho para realizar por nós (Rom. 8:3,4). Foi por isso que Paulo proclamou, em Antioquia de Pisidia:

“Seja conhecido de vós, por conseguinte, homens irmãos, que por este Homem é pregamos o perdão dos pecados; e por Ele todos os que crêem são justificados de todas as coisas de que não pudestes ser justificados pela lei de Moisés” (Atos 13:38,39).A mensagem de Deus para nós é uma mensagem de amor, proclamando até mesmo ao pecador mais vil que ele pode ser “justificado livremente pela graça, através da redenção que está em Cristo Jesus” (Rom. 3:24).

para o leitor:

alguns dos nossos artigos de dois minutos foram escritos há muitos anos pelo Pastor C. R. Stam para publicação em jornais. Quando muitos destes artigos foram posteriormente compilados em forma de livro, o Pastor Stam escreveu esta palavra de explicação no Prefácio:

“deve-se ter em mente que a coluna de jornal, Dois Minutos Com a Bíblia, agora foi publicado há muitos anos, de modo que local, nacional e internacional de eventos são discutidos como se eles só ocorreu recentemente. Em vez de reescrevermos ou datarmos tais artigos, deixámo-los como estavam quando foram publicados pela primeira vez. Isso, sentimos, aumentaria o interesse, especialmente porque nossos leitores entendem que eles apareceram pela primeira vez como artigos de jornal.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.